O DIA – Italiano fatura milhões após ‘aprender’ a ser médico em favela do Rio

Marco Collovati superou as dificuldades financeiras e montou empresa especializada em doenças negligenciadas após morar na comunidade carioca do Pavão-Pavãozinho

Ele deixou Roma, cidade natal, para ser cirurgião plástico famoso e com o desejo de ganhar milhares de dólares no Brasil. Mas foi só depois de contrair uma doença negligenciada e ser acolhido por uma moradora da favela Pavão-Pavãozinho, no Rio de Janeiro, que Marco Collovati, 45 anos, diz ter aprendido a ser médico “de verdade”.

O “tratamento” à base de canja de galinha em um conjugado de menos de 30 metros quadrados é o início da história do hoje proprietário de uma das principais empresas de diagnóstico rápido do mundo. Em vez de lipoaspiração e silicone, ele escolheu atuar contra hanseníase, diarreias e dengue – exemplo de doenças consideradas negligenciadas por manterem índices inaceitáveis de incidência e baixo investimento em pesquisa.

SAIB MAIS: http://economia.ig.com.br/empresas/2015-06-09/empresario-italiano-aprendeu-a-ser-medico-em-favela-do-rio-de-janeiro.html

Posted in:

Deixe uma resposta